Harmonização de queijos e vinhos

A harmonização de vinhos e queijo é uma opção clássica para colocar na mesa. Mas você sabe quais tipos de queijo servir com cada vinho?

Compilamos algumas dicas para você acertar nessa combinação, mas vale ressaltar que, recomendações à parte, as preferências pessoais devem ser sempre seguidas.

QUEIJOS FRESCOS
Mozarela de búfala, Ricota, Mascarpone e Feta.

VINHOS
Brancos leves, frutados e refrescantes, com acidez elevada (para equilibrar com a acidez dos queijos), como os Sauvignon Blanc, Albariño e Muscadet ou espumantes.

QUEIJOS SEMIMOLES
Edam, Asiago e Taleggio.

VINHOS
Brancos aromáticos, principalmente os Gewürztraminer e os Riesling, mas
também Vermentino, Arneis, Grüner Veltliner e mesmo Torrontés. Entre os tintos, os leves e frutados como Pinot Noir, Beaujolais, Barbera e Dolcetto são ótimas pedidas.

QUEIJOS BRANCOS MOLES
Brie e Camembert.

VINHOS
São acompanhamento perfeito para os espumantes, mas aceitam bem
vinhos Riesling e Gewürztraminer. A remissão a cogumelos, usual
nos queijos desse grupo, abre espaço ainda para os Pinot Noir frutados e com taninos macios.


QUEIJOS DUROS
Parmigiano Reggiano, Grana Padano, Pecorino e Cheddar maturado.

VINHOS
As opções se iniciam com os clássicos italianos, Chianti, Brunello, Barolo
e Barbaresco, e seguem pela França com os vinhos do Rhône e de Bordeaux.


QUEIJOS AZUIS

Roquefort, Gorgonzola e Stilton.

VINHOS
Combinam com alguns tintos encorpados, sobretudo os Barolos e Barbarescos, mas os vinhos doces vão melhor ainda: o Stilton é imbatível com um Porto Vintage, o Roquefort com um Sauternes e o gorgonzola com um Porto Tawny.

* Fonte: Revista Adega.